Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Cauby mil canções, milhares de fãs, uma vida de criança para a vida da arte de cantar, jazz

Cauby Peixoto (Niterói, 10 de fevereiro de 1931São Paulo, 15 de maio de 2016) foi um cantor brasileiro.[1]
Cauby iniciou sua carreira artística no final da década de 1940, Estudou em um Colégio de Padres Salesianos em Niterói, onde chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava. Cauby trabalhou em um comércio até resolver participar de programas de calouros no rádio, no final da década de 40, no Rio de Janeiro
Sua voz era caracterizada pelo timbre grave e aveludado, mas principalmente pelo estilo próprio de cantar, que incluía extravagância e penteados excêntricos. Proveniente de uma família de músicos, o pai (conhecido como Cadete) tocava violão, a mãe bandolim, os irmãos eram instrumentistas as irmãs cantoras e o tio pianista. Sobrinho do músico Nonô, pianista que popularizou o samba naquele instrumento, Cauby também era primo do cantor Ciro Monteiro.

Morreu na noite de 15 de maio de 2016 em São Paulo, após dar entrada no hospital Sancta Maggiore.[2] O cantor era torcedor fanático do Corinthians
Cauby Peixoto (Niterói, 10 de fevereiro de 1931São Paulo, 15 de maio de 2016) foi um cantor brasileiro.[1]
Cauby iniciou sua carreira artística no final da década de 1940, Estudou em um Colégio de Padres Salesianos em Niterói, onde chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava. Cauby trabalhou em um comércio até resolver participar de programas de calouros no rádio, no final da década de 40, no Rio de Janeiro

Sua voz era caracterizada pelo timbre grave e aveludado, mas principalmente pelo estilo próprio de cantar, que incluía extravagância e penteados excêntricos. Proveniente de uma família de músicos, o pai (conhecido como Cadete) tocava violão, a mãe bandolim, os irmãos eram instrumentistas as irmãs cantoras e o tio pianista. Sobrinho do músico Nonô, pianista que popularizou o samba naquele instrumento, Cauby também era primo do cantor Ciro Monteiro.
Morreu na noite de 15 de maio de 2016 em São Paulo, após dar entrada no hospital Sancta Maggiore.[2] O cantor era torcedor fanático do Corinthians
Cauby Peixoto (Niterói, 10 de fevereiro de 1931São Paulo, 15 de maio de 2016) foi um cantor brasileiro.[1]
Cauby iniciou sua carreira artística no final da década de 1940, Estudou em um Colégio de Padres Salesianos em Niterói, onde chegou a cantar no coro da escola e também no coro da igreja que frequentava. Cauby trabalhou em um comércio até resolver participar de programas de calouros no rádio, no final da década de 40, no Rio de Janeiro
Sua voz era caracterizada pelo timbre grave e aveludado, mas principalmente pelo estilo próprio de cantar, que incluía extravagância e penteados excêntricos. Proveniente de uma família de músicos, o pai (conhecido como Cadete) tocava violão, a mãe bandolim, os irmãos eram instrumentistas as irmãs cantoras e o tio pianista. Sobrinho do músico Nonô, pianista que popularizou o samba naquele instrumento, Cauby também era primo do cantor Ciro Monteiro.
Morreu na noite de 15 de maio de 2016 em São Paulo, após dar entrada no hospital Sancta Maggiore.[2] O cantor era torcedor fanático do Corinthians

Leia mais https://pt.wikipedia.org/wiki/Cauby_Peixoto
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa