Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

terça-feira, 20 de junho de 2017

Comodidade de comprar lentes pela internet deve ser associada a cuidados e indicação médica


 
Lentes de contato corretivas devem ser prescritas por Oftalmologista, que também é responsável por dar orientações fundamentais sobre cuidados no manuseio e adaptação. Lentes de reposição podem ser compradas com conforto, utilizando o e-commerce. A busca por este mercado é grande em Minas Gerais.
 
O mercado de lentes de contato no Brasil movimenta cerca de R$ 400 milhões por ano. As compras através do e-commerce já ultrapassam os 12% deste total e existe uma projeção no mercado brasileiro de um crescimento de cerca de 10% para 2017. O movimento é sentido pelo Pagar.me, provedor de serviços de pagamento, que tem entre seus clientes um e-commerce especializado neste setor.

“A maioria dos compradores de lentes por internet são mulheres, que respondem por cerca de 65% do mercado”, comenta Felipe Grill, supervisor de controladoria e-Lens, empresa líder em vendas por internet de lentes e acessórios relacionados. O estado de Minas responde por cerca de 11% do total de lentes vendidas online no país.

A tendência da compra de lentes de contato e assessórios através da internet vem chamando a atenção também dos médicos. O Dr. André Aguiar Oliveira, Professor Adjunto de Oftalmologia da Escola de Medicina da UFMG, alerta para que os pacientes comprem apenas como reposição e que continuem fazendo o controle frequente com o médico oftalmologista para ver se as lentes não estão dando nenhum tipo de problema.

Alessandra Giner, lembra que “a compra de lentes de reposição por comércio eletrônico é muito prática, não apenas para quem vive em cidade menores, que não tenham lojas especializadas, mas também para moradores de grandes cidades que pelo ritmo de vida, muitas vezes não encontram tempo para ir a laboratórios especializados”.

Além das lentes corretivas, também são comercializadas lentes “estéticas” como as coloridas e mesmo lentes usadas para compor personagens e fantasias. É importante lembrar que nem todas as pessoas podem usar lentes de contato e que o grau das lentes pode não ser o mesmo prescrito para os óculos. “O uso da lente não é recomendado para alguns pacientes e isto deve ser avaliado junto ao seu oftalmologista” reforça o Dr. André Aguiar Oliveira. “Além disso, o médico deve indicar o número de horas de uso diário, que varia para cada tipo de lente ou paciente”, alerta. 
 
Leia e sempre que possível deixe seu comentário. Obrigado Marcelo Editor e jornalista - MTb 16.539 SP/SP
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa