Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

quinta-feira, 1 de junho de 2017

CAMPANHA MUNDIAL DE APOIO EMOCIONAL NO MÊS DA FERTILIDADE


  • Baseado nas fases do luto, a campanha visa proporcionar apoio às pessoas com infertilidade, que representam 15% da população em idade reprodutiva.
  • O estresse pode reduzir as chances de engravidar.
O mês de junho é o mês mundial de conscientização sobre a fertilidade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS) aproximadamente 15% da população enfrenta a infertilidade, que se caracteriza por não engravidar naturalmente após um ano de tentativas com relações sexuais frequentes e desprotegidas. A infertilidade representa um impacto psicológico e social grande para seus portadores e por isso, o Instituto Valenciano de Infertilidade (IVI) lançou mundialmente uma campanha para dar apoio emocional para enfrentar o diagnóstico e tratamento.
“O estresse associado à dificuldade de conceber pode chegar a reduzir em 29% as chances de gravidez, segundo alguns estudos”, explica Dra Genevieve Coelho, diretora da clínica, e completa, “Por isso além da campanha mundial de conscientização, também lançamos um ebook grátis para dar apoio emocional ao casal em tratamento”.
Durante a campanha, que está no ar nas redes sociais dos países que possuem clínicas de reprodução humana do IVI, serão apresentadas as fases emocionais que aqueles que recebem a indicação para o tratamento de fertilidade costumam viver.
Pacientes compartilham suas histórias
Como reforço, pessoas com o diagnóstico de infertilidade são convidadas a compartilhar suas histórias. “Nem todas as histórias de infertilidade são de pessoas que demoraram para tentar engravidar e hoje enfrentam problemas, apesar de que este é o motivo mais comum”, explica Dra Genevieve, “Por exemplo ouvimos histórias de pessoas que foram laqueadas com e sem autorização, ou que perderam a capacidade de conceber em virtude de patologias de demoraram para ser diagnosticadas, como a endometriose ou ainda, que engravidam, mas sofrem abortos de repetição”.
mês mundial da fertilidade



Leia e sempre que possível deixe seu comentário. Obrigado Marcelo Editor e jornalista - MTb 16.539 SP/SP
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa