Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

terça-feira, 13 de junho de 2017

MDB, PMDB, DEM e PSDB bases da corrupção brasileira continuam unidas para explorar os brasileiros

O país não cultua memória política pelo menos não se comenta isso, exceto em meios acadêmicos, estudantes e políticos. O PMDB e o PSDB que se ajustaram no "golpe" como alguns preferem para derrubar Dilma Rousseff são frutos da mesma árvore. Nascem na ditadura militar e mudam de nome pela reforma política dentro do regime de exceção que permite novos partidos.

O PSDB é uma defecção partidária do MDB que passou a ser PMDB, chamava-se Movimento Democrático Brasileiro e passou a ser Partido do Movimento Democrático Brasileiro, que nome bonito. Já o PSDB, sai no PMDB pós luta de redemocratização do país contra a Ditadura, vitoriosa, em parte, com a eleição indireta de Tancredo Neves.

Após esse episódio é importante lembrar, que poucos lembram, Michel Temer já fazia parte das hostes do PMDB, que este partido governou com "mão de ferro" 26 Estados brasileiros. Nessa época surgem os corruptos que ficaram conhecidos pela mídia e jamais foram punidos como:
AcreACFlaviano MeloPMDB1987-1991Eleito senador em 1990
Bandeira de Alagoas.svgAlagoasALFernando CollorPMDB1987-1991Eleito presidente em 1989
Bandeira do Amazonas.svgAmazonasAMAmazonino MendesPMDB1987-1991Eleito senador em 1990
Bandeira da Bahia.svgBahiaBAWaldir PiresPMDB1987-1991Renunciou em 1989
Bandeira do Distrito Federal (Brasil).svgDistrito FederalDFJoaquim RorizPMDB1987-1991
Bandeira do Ceará.svgCearáCETasso JereissatiPMDB1987-1991
Bandeira do Espírito Santo.svgEspírito SantoESMax MauroPMDB1987-1991
Flag of Goiás.svgGoiásGOHenrique SantilloPMDB1987-1991
Bandeira do Maranhão.svgMaranhãoMAEpitácio CafeteiraPMDB1987-1991Eleito senador em 1990
Bandeira de Mato Grosso.svgMato GrossoMTCarlos BezerraPMDB1987-1991Renunciou em 1990
Bandeira de Mato Grosso do Sul.svgMato Grosso do SulMSMarcelo MirandaPMDB1987-1991
Bandeira de Minas Gerais.svgMinas GeraisMGNewton CardosoPMDB1987-1991
Bandeira do Pará.svgParáPAHélio GueirosPMDB1987-1991
Bandeira da Paraíba.svgParaíbaPBTarcísio BuritiPMDB1987-1991
Bandeira do Paraná.svgParanáPRÁlvaro DiasPMDB1987-1991
Bandeira de Pernambuco.svgPernambucoPEMiguel ArraesPMDB1987-1991Eleito deputado em 1990
Bandeira do Piauí.svgPiauíPIAlberto SilvaPMDB1987-1991
Bandeira do estado do Rio de Janeiro.svgRio de JaneiroRJMoreira FrancoPMDB1987-1991
Bandeira do Rio Grande do Norte.svgRio Grande do NorteRNGeraldo MeloPMDB1987-1991
Bandeira do Rio Grande do Sul.svgRio Grande do SulRSPedro SimonPMDB1987-1991Eleito senador em 1990
Bandeira de Rondônia.svgRondôniaROJerônimo SantanaPMDB1987-1991
Bandeira de Santa Catarina.svgSanta CatarinaSCPedro IvoPMDB1987-1991Faleceu em 1990
Bandeira do estado de São Paulo.svgSão PauloSPOrestes QuérciaPMDB1987-1991
Bandeira de Sergipe.svgSergipeSEAntônio Carlos ValadaresPFL1987-1991
Notem ainda que a aliança de PMDB e Democrático, ou Dem e PSDB é histórica e possui origem na corrupção. A maioria massiva desses governadores acima frequentaram páginas de escândalos de jornais, jornais televisivos e até mesmo Impeachment, Newton /Cardoso escapou de dois em Minas Gerais, segundo alguns comprando votos de deputados estaduais que parece histórica a venalidade desses políticos face ao tacão e benesses dos governadores. Bem, como dos Conselheiros do Tribunal de Contas do Estado. O Estado de Minas Gerais, no Brasil, é o único santo.

A corrupção no Brasil é velha e os políticos não corrigem

O Brasileiro, mesmo sem letras, que trabalha de sol a sol, ou levante às 4h30 e vai dormir às 21 h durante seis dias na semana. Quando consegue ouvir ou ler assimila que o PMDB, PSDB e DEM são os partidos mais corruptos e corruptores que o Brasil já teve com políticos que vieram da anistia e que se corromperam e deixaram a corrupção que já acontecia no país se instalar até mesmo através de Leis consumidas com a Constituinte e a Constituição de 1988, que ficaram mais de 360 artigos para serem completados depois de dois anos de Constituinte, isso não aconteceu no mundo ainda, somente no Brasil, a demora e a pressa de aprovar um Constituição "mangueba" não tem explicação, literária, poética, política, econômica, nada.

A corrupção de construtoras paulistas, cariocas e mineiras ocorre desde a época de Juscelino Kubstichek, quando construía Brasília a toque de caixa em 5 anos que valeriam 50 anos. Era corrupção grosseira, desde caminhões de areia, cimento, ferro, vidro enfim todo material de construção e humano que trafegavam vazios e eram cobrados do Estado, dos cofres públicos, como cheios de mercadorias. A alimentação deveria ser um tremendo filet mignon para esses corruptos.

A engrenagem política brasileira não permite que o cidadão participe dentro da Constituição, dentro do Congresso, Senado, Assembleias Legislativas e Câmaras municipais. A política é representativa, ou seja, o cidadão é obrigado a votar e depois volta para casa e leva a família para dar pipoca aos macacos. Talvez por isso que Raul Seixas morreu chateado com a Cidade Maravilhosa.

Assim, quem faz as Leis, as leis que devemos obedecer, econômicas, educacionais, em resumo, todas as leis que regulam até mesmo o Poder Jurídico e Executivo, o mando do presidente da República brasileira, é feito pelos deputados federais e senadores, chancelado pelo Presidente, que possui apenas uma vez, o direito de veto, este depois é melhorado e votado novamente, pode ficar engavetado se o partido for forte. Então temos leis que protege deputados, o político corrupto, como o Fôro privilegiado, aprovação de processos como o que vai ter que passar pelo Congresso e Senado, Comissão de Constituição e Justiça, para se processar um presidente que possui tantas evidências de que participa da corrupção política ativamente no país, que o povão, nem liga mais para as notícias, já o chama de ladrão, mesmo e quer sua saída, mas não tem voz ativa, não pode participar.

O governo de José Sarney, teve instantes emblemáticos e interessantes na política. Com a Lei Delegada 4, com os políticos sendo, meio que ainda sob o tacão de acordo com a Ditadura Militar para que entrasse Sarney, ainda não aprovavam nada para que a corrupção aumentasse e o país precisava de pelo menos comer e trabalhar.

Não demorou muito e começou a corrupção, promovida pelo PMDB de Michel Temer e cia., muitos dos políticos que cercam e são de confiança de Michel Temer, são dessa época, outros morreram e outros os seus filhos, hoje são deputados federais, filho de Newton Cardoso, Rodrigo Maia, presidente do Congresso, filho de César Maia. A parentela de políticos, deputados, ministros, senadores que compõem o PMDB é na sua maioria de fruto de nepotismo que a sociedade brasileira conseguiu fazer lei que é burlada com a indicação de outros políticos que empregam parentes com outros colegas.

Para a sociedade aprovar a Lei da Ficha Suja, levou-se 12 anos e se necessitou, onde já se viu, um país precisar disso para encaminhar ideias e que elas sejam discutidas e formuladas no Congresso de seu país. Isso mesmo precisamos de Campanha de assinaturas promovidas pelas entidades de base, CNBB, OAB, sindicatos e outros onde se somou mais de 10 milhões de assinaturas. Mesmo assim temos o deputado federal Paulo Sallim Maluf, deputado corrupto que se sair do país é preso pelo Interpol.

Então, a pergunta histórica que fica, como esse Congresso pode mudar leis, elaborar reformas sem a sociedade, proteger patrão que paga dinheiro que ganha com super faturamento, com sonegação fiscal de imposto de renda, e todas as falcatruas imagináveis e as que eles elocubram na calada da noite, enquanto dormimos, eles tomam drogas para conversar e pensar como vão explorar a sociedade brasileira até o osso.

A Europa, não deixa os políticos tomarem nenhum tipo de decisão que mexa com a política do país, com a economia do país e com suas vidas. Os Brexits, os Grexits e outros são exemplos, mesmo assim, ainda não expressa a decisão melhor, a que vai proteger a todos.

No Brasil, desde a Ditadura Militar, se fez Reformas Econômicas, Previdenciárias, enfim as que os industriais, multinacionais e grandes banqueiros quiseram em detrimento do poder aquisitivo dos salários, do custo de vida. Enfim, o brasileiro, é igual marido traído, é o que desconfia, mas o último a saber ou a ter certeza. Pois sente que todos riem dele ou falam às espreitas quando ele passa pelo mundo.

O que se vive hoje, essa indecisão política, onde ele tiram proveito e dizem que não saem do governo porque melhora o país, acaba a crise. Tudo com muita mentira. Mas, se pensar muito bem, essa crise começou em 2013.

Não queriam a reeleição de Dilma Rousseff de jeito nenhum. Os indústrias brasileiros, políticos, empresas construtoras, multinacionais, banqueiros financiaram novamente, agora um levante fascista com as cores do Brasil, verde e amarelo, que sumiu. Podemos até mesmo dizer que contrataram pessoas que se vestiram de preto e com máscaras passaram por Black Blocs, ladrões sem camisa, descalços e de bermudas para arrombar lojas. Enfim, espalhar o caos, a desordem e todo o tipo de baderna e convulsão para desestabilizar o governo.

Como conseguiram isso com o termômetro da insatisfação do cidadão que não é consultado e paga a conta cara, inchada de corrupção. O brasileiro acordou tendo que pagar Copa das Confederações, Copa do Mundo, Olimpíadas e faltava escola no país, transporte público de qualidade, estradas e rodovias para escoar mercadorias e muito mais coisa, que ainda faltam, não vamos entrar na área de saúde, bem-estar e lazer.

Não conseguiram, o povão mesmo endividado, entendeu que deveria seguir com o PT-PMDB, com o que Lula, parece que fez de bom para o país. Reelegeu Dilma, mas o processo político tinha um grande trunfo, tinha acordado a velha oposição de "direita", reacionária e pseudo nacionalista contra o comunismo, contra os Gays, contra o contra e contra o que estava no poder, Tipo é poder, sou contra.

O resultado de tudo isso é a maior Operação de freio, não visa acabar coma a corrupção, ela pode acabar sim, não é impossível, como estamos sendo doutrinados a aprender e ficar com isso como lição. A Operação Lava Jato, com o Poder Judiciário manietado, manipulado pelas indicações e até mesmo desejos de seus juízes, desembargadores por cargos, salários e exéquias param o país e não consegue afastar um Senador como Aécio Neves, que continua atrapalhando a Operação, não consegue, suspender uma Chapa que tem milhares de denúncias de caixa um e de caixa dois e de muita propina advinda da corrupção, de empresas processadas e de muitas, inclusive banqueiros, que estão quietos e assistem, como as multinacionais, históricas do país.

Essa falta de memória vai aumentar a carga tributária, a inflação, o achatamento histórico, lamentável, do salário do trabalhador, a carestia, a especulação. E, a conta, quem paga, o trabalhador, a dona de casa que vai deixar de cuidar melhor da comida do dia a dia, do lazer e até mesmo de si mesma e de seus filhos para economizar. E, nosso país ainda ousa mandar o brasileiro a poupar. Deve ser o suor e as lágrimas de sempre estar endividado no final do mês quando recebe salário e paga cartão de crédito com juros que tiram o olho da cara e o cheque especial, aluguel ou prestações de apartamento e carro, faculdades tudo caros, tudo de primeiro mundo com salários de 129o. no Ranking dos piores salários, precisa escrever mais?


Marcelo dos Santos - jornalista - MTb 16,539 SP/SP




Leia e sempre que possível deixe seu comentário. Obrigado Marcelo Editor e jornalista - MTb 16.539 SP/SP
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa