Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

quarta-feira, 7 de junho de 2017

Quarta dia de boleto pago, enviado para o Google AdWords e o serviço não é prestado, sequer o dinheiro aparece na conta

A Google, Adwords e AdSense, essa piorou, enrola os blogueiros anos seguidos, não respeitam o cidadão, o clientes. Fazem o que bem querer respaldados em rapazes e moças "burocratas"

ARTIGO

Google empresa bilionária em dólares. No Brasil reina soberana. A Google Adwords e a Google Adsense, não respeitam seus clientes em hipótese alguma. Seu atendimento é um dos mais burocráticos que se pode imaginar na Revolução Tecnológica. Não possuem supervisores e sequer coordenadores. Rapazes e moças que recebem títulos de especialistas dão a palavra final, esperar e pronto.

Conforme podem visualizar na foto foi feito pagamento de R$ 40,00 para a Google Adwords, onde a empresa, manda, sempre no outro dia, comprovante onde acusa o recebimento. Mas, de uns tempos para cá, não colocam o crédito em sua conta corrente devido ter sido pago com boleto. Alegam, o que é uma mentira, o boleto pago através de código de barra cai na conta do beneficiado no dia seguinte. Por isso, o email com aviso de recebimento.

Mesmo, depois de constatar isso e ligar para pedir solução, sem êxito, pedir para falar com coordenador ou supervisor sem êxito. Mandam ao cliente um formulário para reclamar. Mas, antes querem cópia do pagamento. É muita incoerência, pois a própria empresa acusou o pagamento e enviou email. Mesmo ao mandar esse comprovante a empresa não colocar o crédito em sua contra através de bônus ou pelo comprovante. O medo de levar calote de R$ 40,00 da Google ou a inércia de seus especialistas é tão grande que motivou essa matéria.


Nesse print você pode ver valor zerado e pago desde sexta feira, o culpado é o cliente, nunca tem razão com a Google e seus meninos(as) especialistas treinados para lhe enrolar

São pedidos 24 horas para revisar anúncios. Quase sempre esse tempo não é cumprido e fazem a revisão de forma primária e quase sempre, parece que para revoltar mesmo, o cliente, não aceitam até mesmo se colocar letras maiúsculas no anúncio. Não pode colocar telefone no anúncio. São tantas exigências, na maioria, cerceadores do Direito a Liberdade do cliente e de seu cliente, que é de se pensar que a Google respeita a Constituição dos países que aceita sua empresa. Não, a Google possui sua própria Constituição, a última palavra é as normas, é a burocracia Google.

O AdSense, que a Google alega ser terceirizada, não paga blogueiro, não registra blogueiro, obviamente para não pagar. Enfim, coloca anúncios nos blogs e sites. Mas, não paga um centavo para os proprietários intelectuais que trabalham para a Google e para AdSense, de graça, nem no escravagismo, era precisa dar abrigo e comida para o escravo. Quem tem blog na Google, não recebe nada, absolutamente nada, além de burocracia de atendimento estiolado que é para resolver nada e para responder pesquisa, quando não resolvem, não fazem pesquisa para não receber Zero.

Agora, o Brasil, possui a Anatel que regula as empresas de Telecomunicações. Já a Google, é uma empresa dentro da Internet, não sei se com o Marco Zero, que regula a internet, pode haver algum tipo de controle. A Google reina soberana e absoluta, não tem que prestar contas para ninguém e seu dinheiro pode ficar desvalorizado. Ou melhor, você compra um produto da Google e leva o produto para casa somente depois de quatro dias úteis. É apenas no Brasil que eles reinam assim, absolutista, escondidos atrás de "meninos e meninas" bem treinados para lhe tirar do sério e lhe enrolar.




Leia e sempre que possível deixe seu comentário. Obrigado Marcelo Editor e jornalista - MTb 16.539 SP/SP
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa