Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

terça-feira, 29 de março de 2016

Protótipo de Camisinha com Espermicida é desenvolvido em parceria da DKT com a Evofem

Protótipo de Camisinha com Espermicida é desenvolvido em parceria da DKT com a Evofem

O protótipo tem o objetivo de estender os benefícios da camisinha para uma maior proteção contraceptiva, preenchendo necessidades não atendidas atualmente pelos produtos disponíveis no mercado

Foi divulgado recentemente, em São Diego, na Califórnia, nos Estados Unidos, o protocolo de intenção firmado entre a DKT International, um dos maiores fornecedores privados de planejamento familiar, produtos de saúde reprodutiva, além da prestação de serviços ligados ao marketing social em países em desenvolvimento (no Brasil, por exemplo, a DKT é detentora da marca Prudence), e a Evofem Holdings, empresa de biotecnologia focada no desenvolvimento e comercialização de produtos para a saúde feminina. O acordo tem como objetivo o desenvolvimento de um preservativo, revestido com um gel espermicida que possui, além de propriedades contraceptivas, ação lubrificante e anti-infecciosa.
É sabido que os preservativos, quando usados da forma correta, são um método eficaz e acessível de contracepção, evitando também a transmissão da AIDS e outras DSTs, como sífilis, gonorreia, HPV, herpes genital, entre outras. Já os preservativos revestidos com gel espermicida contam com uma ação extra, uma vez que possuem propriedades que reduzem ainda mais não só o risco da gravidez, como também a contração de enfermidades. No passado, as camisinhas com essas substâncias chegaram a ser comercializadas, até que alguns estudos, no início dos anos 2000, sugeriram que os espermicidas poderiam causar alergias. Desde então, o produto foi descontinuado e, aos poucos, foi substituído pelos atuais preservativos, revestidos de silicone, que contam com propriedade lubrificante, mas não com características anticoncepcionais e nem anti-infecciosas.
"Acreditamos que atualmente há uma lacuna no mercado para um preservativo que forneça proteção adicional, além da barreira criada pelo látex ou outros materiais. Se for bem sucedido, este produto poderá oferecer ainda mais opções para proteção contra a gravidez e doenças sexualmente transmissíveis, tornando-se um produto revolucionário e necessário no mercado de camisinhas”, declara Christopher Purdy, presidente e CEO da DKT.
De acordo com a carta de intenção, a Evofem fica responsável pela viabilidade de aplicação do gel espermicida e sua potencial utilização para o revestimento de preservativos, enquanto a DKT assume o desenvolvimento dessa nova camisinha, desde a aprovação do item pelos órgãos competentes, até a oferta ao público. Vale ressaltar que o protótipo está sob análise da FDAFood and Drug Administration, dos Estados Unidos, responsável pela validação do produto em questão para comercialização no mercado. Demais detalhes sobre o acordo ainda são confidenciais.
“Trabalhar neste projeto, em parceria com a DKT, é a oportunidade para o desenvolvimento de uma oferta inovadora, que pode aumentar as opções de homens e mulheres, mundialmente, para a contracepção e proteção contra infecções sexualmente transmissíveis”, finaliza John Fair, presidente e COO da Evofem.

Sobre Evofem
A Evofem é uma empresa de biotecnologia sediada em San Diego, na Califórnia, nos Estados Unidos, voltada para o desenvolvimento de produtos contraceptivos destinados ao universo feminino, com distribuição global. Para mais informações, visite www.evofem.com

Sobre DKT
Fundada em 1989, a DKT Internacional é uma instituição que promove o planejamento familiar e a prevenção de HIV e DSTs através da prática do marketing social, fornecendo métodos contraceptivos e produtos visando à saúde reprodutiva em países em desenvolvimento. Só em 2014, a DKT atendeu a 28 milhões de casais, ajudou a prevenir 6,5 milhões de gravidezes indesejadas, mais de 12 mil mortes maternas e 3,6 milhões de abortos. Para mais detalhes, visite www.dktinternational.org.

Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa