Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

segunda-feira, 12 de junho de 2017

Médicos presos, recusa de atendimento, tratamento de quimio dependente que não vale nada denigre os médicos brasileiros

Que os médicos até pouco tempo se portavam como Semideuses, aquele que pode influir entre a vida e a morte, não tenha dúvida. Desceram do pedestal ou do Olimpo, lugar onde ficam os deuses e agora na terra cometem todo o tipo de absurdos, nada digno de semi ou ex-semideuses.

Menino teve tatuado, frisa-se, essa frase na testa no Rio de Janeiro
Os médico não gosta de gastar para divulgar sua clínica, seu trabalho. Alguns ainda declaram bem assim, "Eu sou bom, especialista, a divulgação boca a boca é e melhor". Como se ele vivesse no passado com 100 mil habitantes e não houvesse concorrência.

Esse egoísmo do médico, ou profissional em saúde, não são todos, temos que ressalvar é reforçada pelo CRM-Conselho Regional de Medicina que vigia e não deixa o profissional fazer "publicidade" de certo modo, os Conselhos estão com razão, a publicidade é apelativa e pode mercadalizar a especialidade e desumanizar a saúde, não é uma mercadoria, isso é bem aceito, mas é prestação de serviços do mais alto grau de especialidade quanto a pessoa faz exames, as quimio e radioterapias e cirurgias simples ou complexas, como as cardíacas e neurológicas.

Porém, há uma turma, pequena que recebe pelo SUS-Sistema Único de Saúde, em Conselheiro Lafaiete e outras cidades vizinhas, a prática de médicos e clínicas credenciadas ao SUS cobrarem pela consulta, é comum. Alguns médicos nesta fim de semana foram presos. O principal está foragido e seu patrimônio, entre carros e casas já está arrolado.

No histórico destes médicos há ainda o que cobram cirurgias. Isso mesmo, o cliente para ser operado, mesmo na fila de espera de anos. Precisa complementar o valor da cirurgia, ou seja, paga um valor por fora do que o médico ganha do Sistema Único de Saúde. Muitas pessoas relatam isso e ficam quietas a vida toda, pois podem precisar novamente e se sente aliviado por ter sarado do mal ou escapado da morte, como eles induzem o paciente a acreditar e assim ficar quieto e não denunciar.

Haydee é formada pela UFRJO Brasil ficou estarrecido com dois fatos, casos de polícia nessa semana, a médica Haydee Marques da Silva, 66 se recusou a atender menino, Breno, de apenas 1 ano de idade. Ele precisa de ventilação artificial e acabou falecendo após outra ambulância da Cuidar chegar. Ele estava vivo quando a médica rasgou, embarcada na ambulância, ela se recusou descer e gritou e rasgou o papel ou Ordem de Serviço. Algumas matérias dizem que ela não atende criança.

Por último, o caso de menino de 12 anos, aproximados que pego por dois adultos, um tatuador, quando roubava uma bicicleta, esse menino faz tratamento pela dependência de drogas. E, mesmo assim, estava roubando para comprar drogas, fato que demonstra que o tratamento médico é muito fraco, não orienta, não ministra outros tipos de droga e não monitora e orienta os pais.

O menino foi preso na casa do tatuador e este decidiu punir o menino e tatuou, isso mesmo, tatuou na sua testa: "Eu sou ladrão" e mais algumas outras palavras. A mais humilhante, foi essa. Os dois foram presos, tatuador e amigo e imobilizou o menino e podem pegar uma boa cadeia pelo crime de Cárcere privado, Tortura e outros.

O menino vai se tratar e agora com dinheiro que ele conseguiu através de campanha na Internet que arrecadou, até ontem, cerca de R$ 19 mil reais para ele tirar a tatuagem e se tratar da quimi dependência. Essa garoto é de muita sorte e precisa mesmo. Isso vai marcar sua vida completamente, os dois "cabeçudos" filmaram e ainda colocaram na internet, o que revoltou muito gente que assistiu e deixou os familiares revoltados. Mas, este fato, é mais uma pena, o amigo e o tatuador pode serem condenados a pagar Perdas e Danos Morais, se tiverem algum bem, casa, automóvel vão ser leiloado para pagar o menino.

Marcelo dos Santos - jornalista - MTb. 16,539 SP/SP


Leia e sempre que possível deixe seu comentário. Obrigado Marcelo Editor e jornalista - MTb 16.539 SP/SP
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa