Quem sou eu

Minha foto
Jornal de Saude jornal informativo a servico da sociedade em geral

terça-feira, 5 de abril de 2016

Chocolates estão liberados na dieta de emagrecimento

Chocolates estão liberados na dieta de emagrecimento
Especialista dá dicas de como manter a dieta de emagrecimento sem abrir mão do chocolate.
A Páscoa está chegando e com ela a tentação de sair da dieta e atacar os chocolates. Super saborosos e um perigo para os chocólatras, o produto tem seus prós e contras. A boa notícia é que os chocolates estão liberados para consumo, pois eles só se tornam vilões da dieta quando são consumidos em excesso e sem nenhuma regra. É o que afirma a nutricionista Patrícia Cruz ao analisar os benefícios e os malefícios do chocolate especialmente neste feriado.
Segundo a especialista, os chocolates só são maléficos se não forem apreciados com moderação ou se a pessoa perder totalmente o controle e achar que pode consumir demais. “Por ser um alimento rico em gordura e açúcar, pode levar ao ganho de peso”, explica a especialista.
Patrícia explica que ao contrário do que muitas pessoas pensam, principalmente, as mulheres, o chocolate está liberado para as dietas de emagrecimento. “Podemos manter o chocolate numa dieta de emagrecimento, mas, com moderação. Oriento o consumo em pequenas quantidades sempre de sobremesa de almoço ou jantar”, ensina a nutricionista.
Ele é considerado um alimento energético, rico em gordura e açúcar. Portanto, auxilia na reposição de energia no organismo.  Por outro lado, apresenta valor calórico elevado, por isso, deve ser consumido com moderação. Além disso, o chocolate amargo (acima de 70% de cacau) contém pouca gordura, açúcar e leite, tornando-o menos calóricos. Além de manter todas as propriedades funcionais. Os antioxidantes, presentes no chocolate amargo, auxiliam na saúde do coração, reduzindo o LDL – colesterol e controlando a pressão arterial.
O chocolate é um alimento que está no topo da pirâmide alimentar. Entra na categoria doce, por isso, a recomendação é comer sem exageros. “Claro que não dar para seguir um padrão rigoroso sempre. Mas, a quantia ideal de chocolate para se consumir é de 30g/semana”, afirma Patrícia.
Chocolate amargo
Eles podem ser uma saída para evitar o açúcar e a gordura também. Já que chocolates com 65, 70, 90% de cacau, apresentam pouca adição de massa de cacau, isto é, menos gordura e açúcar. Além de ser benéfico à saúde, devido alto teor de antioxidantes, protege o coração.
Chocolate diet e light
Patrícia ensina que os chocolates diets possuem uma indicação específica para indivíduos portadores de diabetes mellitus e não são indicados para quem deseja reduzir peso. Já o chocolate light apresenta pelo menos 25% de redução do total de calorias, quando comparado ao chocolate comum do mesmo fabricante. “Por terem uma redução de caloria os chocolates ligths podem auxiliar na redução de peso. Porém, não são indicados para os diabéticos”, conclui a especialista.
Postar um comentário

VideoBar

Este conteúdo ainda não está disponível por conexões criptografadas.

Total de visualizações de página

Jornal de Saúde informa